BUSCAR NO BLOG

Carregando...

Cuide de sua pele aos 20 anos. Sua pele, aos 50, vai agradecer!

Se uma versão sua aos 50 anos viesse do futuro para falar com você que tem seus 20 anos hoje, com certeza diria muita coisa interessante. Para começar, o resultado da loteria. Ou se você deve mesmo casar com esse namorado atual ou é roubada. E, com certeza, também diria o seguinte: cuide da sua pele. Por mais que você não ache este um assunto tão primordial agora, sua versão de 50 anos insistiria nisso.
No auge da beleza física, vale a pena você se preocupar com futuras rugas. Cuidando, a pele lisa dos 20 anos pode permanecer lisa por muito mais tempo. Vai depender, por um lado, da sua genética. Por outro, de algumas precauções que fazem toda a diferença.
O filtro solar
O primeiro cuidado é a proteção solar. Entre várias medidas para se proteger do sol, uma delas é a utilização de filtro. Use sempre que estiver ao ar livre, inclusive em dias nublados. Procure um que se adapte ao seu tipo de pele – seja ela seca, oleosa ou mista. Peles oleosas ou mistas, as mais frequentes aos 20 anos, se adaptam bem a protetores solares em gel, gel creme ou em loção oil-free. Uma sugestão é procurar filtro solar com ativos hidratantes ou antioxidantes na formulação. Além do filtro solar, procure ficar à sombra, principalmente nos horários de pico do sol. E use um chapéu de abas largas sempre que possível.
Você pode incrementar mais ainda sua prevenção com cremes hidratantes à base de vitamina C. Ela é um antioxidante e ajuda a preservar o colágeno da pele contra os efeitos do tempo. E existem outras opções de ativos para a sua idade, como vitamina E, acido glicólico ou retinol.
Mais uma coisa que você aos 50 alertaria: outras áreas da pele também precisam ser protegidas do sol para se manterem jovens. Aplique filtro solar e hidratante com ativos anti-idade também no pescoço, colo e dorso das mãos. Para quem dirige, uma luva especial com proteção UV é ótima.
A saúde geral
Seus hábitos de vida contam muito na prevenção do envelhecimento. Alimente-se bem, beba água, evite bebidas alcoólicas, refrigerantes, café. Não fume e, na medida do possível, durma bem. E faça exercícios físicos regularmente. Seria muita chatice se sua versão aos 50 pedisse tudo isso a você? Um pouco, mas ela ficaria eternamente grata.
Por Lucia Mandel

Dicas para se divertir na balada sem uma gota de álcool

Beber e dirigir nunca formaram uma boa dupla, todo mundo sabe. Mas muita gente só começou a entender isso à força, com uma Lei mais rígida em relação à dirigir embriagado. Para os mais novos “conscientes”, aqui vai uma boa dica: como se divertir na balada sem ingerir uma gota de álcool! Tomem nota:
Dançando com os sóbreos!
Se você gosta de dançar (ou se não tem nada contra a idéia), prefira lugares que tenham um bom som pra você se acabar na pista. Salsa, samba-rock, forró, funk, eletrônico, sertanejo… Dance o máximo que puder! Se não sabe, aprenda. Se sabe, arrase. Aproveite enquanto não existe um bafômetro que capta a endorfina que você libera se exercitando!
Chame o palhaço
Toda turma tem aquele amigo com dom de bobo da corte. Ainda bem! Traga-o sempre a tiracolo. Um amigo engraçado vale por duas caixas de cerveja e/ou 5 doses de whisky! Estar rodeado de pessoas legais é muito mais importante do que cachaça.
Explosão de sabores
Comer também é fonte de prazer. Então, sem exageros pra não engordar, experimente novas guloseimas. Visite lugares famosos por seus petiscos e pra beber… sucos naturais! Eles são nutritivos e só têm a fazer bem para o seu organismo. Bebidas energéticas também podem quebrar seu galho.
Embriague-se de amor!
Pra que beber se você pode beijar? Ninguém gosta de pegar bêbado, então estar sóbreo é um ponto positivo a mais pra você na hora da conquista. E já que não tem a desculpa de estar bêbado, converse coisas interessantes. E o melhor: você vai lembrar da conversa no dia seguinte!
Rindo da desgraça alheia
Não há nada melhor que rir das bizarrices de quem exagera na bebida. Eles falam o que não devem, fazem o que não têm coragem normalmente e agem de forma ridícula! Já que você estará sóbreo, aproveite pra rir dos manguaças (e se possível gravar para pôr no YouTube)!
É tão óbvio que bons momentos da vida são mais bem curtidos quando você está com 100% da sua capacidade de raciocinar funcionando… O importante não é beber… O importante é se divertir! E o melhor: nada de ressaca no dia seguinte!

Fonte: http://dicadodia.com

Moda esportiva feminina – Como se vestir bem na academia

Vestir-se bem é uma soma de conforto com bom gosto. A roupa deve se adequar ao ambiente onde vai ser usada. É por esse motivo que existem coleções para dias quentes e frios.


Na academia não é diferente. Lá, você vai se movimentar e transpirar, portanto, você deve optar por peças leves, arejadas e que permitam que você se movimente livremente, sem dificuldades.


Veja algumas dicas de como se vestir bem na academia

  1. Se você possui pernas curtas, pode optar por shorts curtinhos ou bermudas. Se possui pernas finas, vista uma calça de moletom ou de um tecido adequado para prática de atividades físicas, sempre em cores claras. Já para quem possui pernas grossas, o ideal é uma calça de cor escura de comprimento abaixo do joelho.
  2. Paras as mulheres que têm muito busto, uma boa dica é usar tops que proporcionem uma boa sustentação por baixo da camiseta.
  3. Mulheres mais cheinhas, que são maioria nas academias (até porque é um espaço onde as pessoas vão para entrar em forma), devem evitar calças que possuam elástico na cintura, pois marcam as imperfeições. Evitar também cores claras e vivas, optando sempre pelo preto, marrom e azul marinho.
  4. Baixinhas devem evitar peças com listras horizontais e calças amplas, pois achatam a silhueta. Prefira calças e tops mais justos e com estampas verticais.
  5. Qualquer que seja o biotipo, deve evitar: perfume com cheiro forte, munhequeiras, brincos grandes, colares e pulseiras, laços na cabeça, peças cavadas de natação.


Fonte: http://garotabeleza.com.br/moda-esportiva-feminina-como-se-vestir-bem-na-academia/#ixzz37XdZYPk4