BUSCAR NO BLOG

Carregando...

Postura profissional: veja o que não fazer nas redes sociais!



As redes sociais proporcionam uma grande abrangência de contatos: você reencontra amigos do tempo do colégio, acompanha à distância viagens de pessoas queridas, novos relacionamentos, casamentos, nascimentos, aniversários… toma conhecimento também de mudanças de emprego, novas oportunidades de trabalho, isso sem falar na infinidade de informações que você pode receber ao seguir determinada página.
Hoje é fato que os recrutadores analisam muito mais do que o currículo do candidato. Por meio de sites de busca e das redes sociais, fica muito fácil conhecer melhor o profissional, compreender o que pensa, identificar seus temas de interesse, seus hobbies e sua conduta. Pensando nisso, o que você tem mostrado em suas páginas? Fique atento à sua postura na rede!
Atenção às regras!
Muitas pessoas reclamam da falta de privacidade nas redes sociais e afirmam se sentir invadidas. No entanto, saem compartilhando tudo, não leem as regras, não conhecem os procedimentos que visam proteger o usuário.
Observe com atenção todas as normas e as ferramentas que lhe permitem restringir acesso à sua página, por exemplo. Caso ache tudo isso muito complicado, procure então estabelecer seu próprio crivo na hora de publicar algo. Pense: esta frase (ou esta foto) se tornará pública em instantes. Sendo assim, preserve-se!
Nada de desabafo
É sempre muito bom expressar opinião a respeito de algo. Uma página, ou mural, nos convida a isso. Mas nada de sair colocando tudo, aleatoriamente. Reflita melhor: quem são seus amigos? Quem terá acesso ao que você postar? Controle-se!
Sua imagem
Em sua página você certamente tem colegas de trabalho ou até mesmo seu chefe seguindo suas informações. Caso ocupe um cargo de liderança, você exerce um papel de referência. Imagine sair falando mal da empresa, de algum executivo ou medida que foi tomada por seu chefe e você discordou. Cuidado! As informações se propagam e podem ser distorcidas muito rápido.
Se você sente necessidade de mostrar sua insatisfação a respeito de algo em seu trabalho, converse diretamente com seu chefe ou com a área de Recursos Humanos. Há maneiras de ser ouvido, de pedir providências, sem prejudicar sua imagem e a da empresa.
Vida pessoal
Ninguém precisa ver fotos da balada do fim de semana ou de você se bronzeando na praia, concorda? Tenha critério ao postar algo. Caso o seu perfil seja público, fique ainda mais atento: nada de expor fotos de sua casa ou carro, dizer que está indo viajar, falar da sua profissão, dar sua ficha completa. Há quem perca um tempo apurando essas informações, para aplicar golpes de todos os tipos posteriormente.
Saiba usar!
Se você pretende usar a força das redes sociais para construir sua imagem corporativa, nada de narrar cada passo do seu dia: “acordei, fui caminhar, tomei banho, vou dormir um pouco, almocei…”
Elabore um perfil em linha com o seu objetivo e assuma sua postura profissional. Lembre-se: quem está projetando crescimento na carreira, principalmente em busca de nova colocação, precisa observar seu comportamento no mundo real e no virtual também!
Fonte: Finanças Práticas

Como o Sol vê você?

O uso diário de protetor solar é indicado por todos os dermatologistas. Afinal, esta rotina previne o câncer de pele e diversos outros males.
Por mais que a sua pele seja lisa e, aparentemente, sem manchas, ela já está danificada.
Um novo viral que está bombando na internet mostra os danos que o sol já fez na pele das pessoas, mesmo que a olho nu pareçam saudáveis. As pessoas que estão passando pela rua são chamadas para serem “iluminadas” com luz ultravioleta. A partir deste momento, elas conseguem visualizar o estado real da pele.

Veja o vídeo a seguir e não se esqueça de usar filtro solar:


Os males dos “5 minutinhos”

Tirar uma soneca após o tocar do despertador pode ser prejudicial ao seu bem-estar e disposição. O motivo é simples. O organismo se prepara para o momento de acordar, de forma a 2 horas antes começar a diminuir a temperatura corporal.  A partir do momento que você acorda com o despertador e volta a dormir, o cérebro acredita que foi um alarme falso e não está na hora de preparar o corpo para começar o dia.
Não ter um horário certo para acordar atrapalha na hora de ir dormir, por, justamente, não ser uma rotina específica. O organismo necessita de horários definidos para funcionar corretamente.
Colocar o alarme no horário certo e se levantar no momento em que ele toca, ajuda a encarar o dia com mais disposição, conseguir acordar sem sacrifícios e sentir sono naturalmente, sem sofrer com insônia.